A preocupação maior é a defesa dos direitos básicos, situação que se apresenta, na maioria das vezes, no momento da demissão e consequente quebra do vínculo empregatício do fucionário.

ADVOGANDO PELO EMPREGADO
O equilíbrio pode ser restabelecido pelo ajuizamento de uma reclamação trabalhista, que nada mais é do que o exercício do Direito de Ação do empregado contra o empregador perante a Justiça do Trabalho. É nesse momento que entra em cena a figura do advogado trabalhista, defendendo os direitos do trabalhador em situações como:

•    Acidente do trabalho;
•    Ações indenizatórias decorrentes de acidente do trabalho e doenças ocupacionais;
•    Questões relacionadas à admissão e demissão do empregado;
•    Aviso prévio proporcional;
•    Cálculo do valor correto da rescisão e seguro desemprego;
•    CIPA;
•    Contratação de estrangeiro;
•    Cooperativas;
•    Desvio de função;
•    Dobras e horas-extras ilegais;
•    Empregado doméstico;
•    Equiparação e Reenquadramento salarial;
•    Férias, Décimo-Terceiro Salário e aviso prévio;
•    Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS);
•    Indenização por assédio moral e sexual;
•    Adicional Insalubridade e periculosidade
•    Irregularidades em contrato de trabalho;
•    Demissão por Justa causa;
•    Licença maternidade e paternidade;
•    Multa por atraso de pagamento;
•    Reclamações trabalhistas em geral;
•    Reintegração do empregado;
•    Repouso semanal remunerado;
•    Rescisão;
•    Trabalho temporário;
•    Trabalho noturno – adicionais noturnos
•    Vale transporte;

ADVOGANDO PELO EMPREGADOR
Nesse caso, a função do advogado trabalhista é tríplice:
a) auxiliar as empresas na definição de suas políticas de recursos humanos;
b) prevenir a ocorrência de litígios na Justiça do Trabalho, ou assegurar a sua defesa eficaz quando ocorrerem;
c) Viabilizar a permanente conformidade das organizações empresariais com as leis Trabalhis¬tas, de modo a evitar litígios no futuro. Para tanto atuamos diretamente nos seguintes aspectos:
•    Contencioso Judicial Trabalhista
•    Arbitragem, conciliação e Mediação;
•    Aspectos trabalhistas decorrentes de aquisições, fusões e cisões, concentrações, transmissões de estabelecimento e outras formas de reorganização empresarial;
•    Auditorias jurídico-laborais e procedimentais.
•    Contratação coletiva e gestão de conflitos coletivos;
•    Criação de estruturas de representação coletiva dos trabalhadores, incluindo consel¬hos de empresa e comissões de trabalhadores;
•    Definição de planos de remuneração e benefícios;
•    Demissões individuais e coletivas, incluindo lay-off e extinção de postos de trabalho;
•    Elaboração de contratos com vista ao recrutamento de pessoal;
•    Equiparação salarial e Paradigma Trabalhista;
•    Horas extras;
•    Organização do tempo de trabalho, regimes de adaptabilidade, bancos de horas e afins;
•    Procedimentos disciplinares;
•    Segurança social, incluindo regimes de antecipação de reforma e de pré-reforma;
•    Transferências temporárias e definitivas, individuais e coletivas, de locais de trabalho;

Solicite um atendimento
Fale agora com
um Advogado