O 7º Juizado Especial Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) condenou o banco BMG S.A. a pagar indenização de R$ 8 mil por danos morais mais a devolução em dobro da parcela que o servidor público Antônio Gabriel de Oliveira Alvarez teve que pagar duas vezes por um contrato de empréstimo consignado.

Publicado: 07/05/2017 01:40

O empréstimo que Antônio Alvarez fez tinha se encerrado em março de 2016. Mesmo assim, o servidor percebeu que estava negativado pelo banco depois que seus cartões de crédito foram cancelados em maio. O réu alegou que uma parcela não tinha sido paga e manteve a negativação enquanto o servidor não quitasse, ainda que Antônio tivesse enviado todos os comprovantes de pagamentos descontados em seu contracheque.

Processo n° 0313161-40.2016.8.19.0001

Fonte: TJRJ

Oi, como vai? Sou Advogado, Administrador, Teólogo, Professor e fundador do Escritório de Advocacia Pádua Advogado & Associados, Cristiano Pádua. Já trabalhei em diversas ações com ótimos resultados nas seguintes áreas Trabalhista, Família e Consumidor.

Entre em contato com advogado especialista

Fale agora com
um Advogado